Simone Da Soler – criatividade, trabalho e amor pelo que se faz

DSC_0648A estilista por detrás das coleções da Riccieri Jeans, Simone Da Soler, concedeu uma entrevista à J&J falando sobre seu processo de criação, suas inspirações e as características fundamentais para ser um bom estilista. Confira:

  

J&J – Quanto tempo de experiência você possuiu no mercado de moda, e como você acha que isso enriquece o dia-a-dia no trabalho?

Simone –Bom, experiência com desenvolvimento de produto em confecção tenho desde 2000 quando me formei na UDESC. Antes disto, aos meus 18 anos eu tinha uma loja de roupas femininas que vendia várias marcas como Ellus, Yes Brasil, Iodice, Varal, Anti-shock entre outras. Tive a chance de conhecer de perto essas marcas e assim, perceber como que eles absorviam as informações dos clientes e depois transformavam estas informações em idéias, o que foi para mim muito importante, pois naquela época eu era uma compradora de produtos e eu sentia de perto o que o consumidor queria,  estava muito próxima do consumidor final, e este contato quando estamos dentro da indústria fica muito mais longe, por isso esta experiência como lojista foi muito rica e até hoje faz eu repensar nos produtos quando que me coloco na visão do consumidor. Todos estes anos dentro da industria faz com que a cada dia a gente conheça algo novo e passe por novos problemas, e quando temos problemas na confecção isso nos leva a sermos mais criativos, pois a criatividade é a capacidade de resolver problemas. Sinto que a cada ano aumenta a minha capacidade de resolver problemas e existem coisas que não erro mais pois ja passei por elas e me tornei mais experiente. Mas sei que ainda tenho muito a aprender e todos os dias estou disposta a isso.

J&J -Como funciona seu processo de criação?

Simone – Primeiro pesquiso muito. Pesquiso através de viagens armazenando dados em forma de imagens, pesquiso fornecedores de tecidos, aviamentos. Assisto a palestras, anoto informações e desenho em todos os momentos. Pesquiso novas formas e estilos, vários sites de moda, lojas, a concorrência, e uma pesquisa que acho muito importante e que faço constantemente é pesquisa de pessoas. Acho a diversidade de pessoas muito importante e pesquisa-las nos enriquece muito. Após todas estas pesquisas parto para a elaboração de alguns painéis. A cada nova coleção desenvolvo um painel novo do meu consumidor, pois acredito que assim como a moda, o consumidor também evolui. Após a elaboração deste painel parto para a elaboração do painel de inspiração que são imagens que traduzem respostas ao que eu percebo que seria o ideal de comportamento para este meu consumidor. Após a elaboração de todos os paineis, separo imagens de fits que considero adequado ao meu consumidor, junto todas as informações de cores e tecidos pesquisados, coloco o fone de ouvido com músicas que me inspiram e começo a desenhar. Algumas coisas que faço as vezes são descartadas quando percebo que não estão de acordo com as necessidades da empresa ou quando não ficaram como eu gostaria que ficassem.

J&J – Para que a peça pronta fique de acordo com o pensado inicialmente, quais os cuidados necessários de execução?

Simone –Em primeiro lugar devemos desenhar detalhadamente e passar todas as informações necessárias para as pessoas que continuarão o trabalho. Entender do processo inteiro também é muito importante. O estilista não precisa modelar e costurar a peça, porém precisa saber como deverá ser feito, pois somente assim ele poderá cobrar. O estilista também precisa estar sempre atento, observando como esta sendo construída a peça, pois caso ele perceba que algo não esta de acordo, ele poderá fazer alguma alteração no meio do processo.

J&J -Quais os locais e canais de pesquisa que você considera os mais importantes e inspiradores?

Simone –As viagens internacionais são as mais inspiradoras pois quando saímos do nosso dia-a-dia, nossa mente se abre para ficar mais criativa. A rotina faz com que não percebamos algumas coisas importantes, o fato de sair e ir viajar ja melhora significativamente nosso processo criativo.

 

J&J -Você consegue participar de todo processo de desenvolvimento das peças?

Simone –Sim, participo ativamente da criação e acabamento. Da modelagem e costura somente observando.

 

J&J -Para ser estilista de uma marca de vestuário, é essencial DSC_0126muitos saberes. Podes citar algumas características que consideras essenciais?

Simone – Saber ouvir, saber se comunicar, saber falar, saber observar, saber pesquisar, saber criar, saber quem é seu público, saber o que a empresa espera da marca e de seus produtos. Ser humilde, corajoso, sincero, inovador, aberto para mudanças e flexível. E amar muito o que faz, tratando cada produto como único e especial.

 

A J&J agradece seu carinho e sua atenção Simone. Um grande abraço!

 

Por Marina Cesar/Douglas Oberherr

Fotos: Arquivo pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: