Arquivos de tags: valliosa

A história polêmica do bom e velho jeans

 love jeans

A primeira vez que o tecido foi fabricado foi em 1872 e aconteceu em uma cidade da França, a Nimes. Um ano depois, em 1873, foi liberada a patente da primeira peça produzida com esse material de algodão sarjado e batizado de Denim: uma calça.

jeans-mineradores

Segundo o livro “Dicionário da Moda”, a calça jeans com a modelagem parecida com a que conhecemos nos dias de hoje, foi criada apenas em 1873 pelos imigrantes Levi Strauss (da Alemanha) e Jacob Davis (da Letônia) para ser resistente e ser usada por trabalhadores de minas americanas do Oeste, porque os homens necessitavam de roupas com um tecido que não se rasgasse ou se desgastasse facilmente. A cor era marrom e foi de Davis a ideia de colocar rebites de cobres para reforçar as calças que fabricava, usando tecido fornecido pelo comerciante Levi Strauss. Strauss foi quem registrou a invenção da peça que, logo, começou a ser produzida com brim azul, sob a marca Levi’s. E foi assim que em 1890, a Levi’s criou seu modelo mais famoso, a calça 501.

jeans

O estilista Alexandre Herchcovitch apresentou durante o Fashion Rio Verão 2014 sua marca “Herchcovitch Jeans” e a coleção inspirada nos trabalhadores das minas de carvão e petróleo do oeste americano retratados nas fotos de Richard Avedon em “The American West”.

Veja abaixo algumas das fotos do desfile:

herchcovitch-2014-fashion-rio-07-641x433

herch

Quer saber a origem do nome “Jeans”?

Os marinheiros genoveses chamavam suas calças de trabalho de “genes” que era uma espécie de abreviação de Genova, cidade portuária italiana. E ao falar “Genes”, com o forte sotaque italiano, acabou se tornando “jeans” e assim se espalhou pelo mundo.

O jeans brasileiro

Lá fora nosso jeans é chamado de “milagroso” pelas revistas de moda. E esse milagre, segundo admiradores internacionais, é que além de bem cortado, ele arrebita o bumbum. O grande diferencial do jeans brasileiro é pela invenção da cintura baixa e pelo índigo com tactel, que deixa a calça 30% mais leve.

A explosão do nosso jeans  a nível internacional se deve as famosas que procuram a sensualidade, a valorização do corpo e o ajuste perfeito das calças aqui produzidas.

Veja algumas marcas brasileiras e nossas assessoradas, que possuem o jeans em seu DNA:

gata

dadiva

city

Deixando de lado as controvérsias da sua origem, o jeans é durável e não merece grandes cuidados e, exatamente por isso, ele é perfeito para qualquer ocasião.

BACK TO THE 60’S

back

Essa década foi de grande revolução para a moda. Nele nasceu o prêt-à-porter, as mínissaias, as peças baratas, divertidas e descartáveis. A moda passou a ser sensual, geométrica e de linhas retas.

 25

Os filhos do baby boom queriam livre expressão e se portar e vestir como eles bem entendiam. Era a vez dos jovens, que influenciados pelas ideias de liberdade “On the Road” [título do livro do beatnik Jack Keurouac, de 1957] da chamada geração beat, começavam a se opor à sociedade de consumo vigente.

A década foi marcada pelo fim da moda única e a maneira de se vestir começou a mostrar o estilo individual de cada um. Estar na moda era  se vestir de uma maneira diferenciada. Ousar e inovar no vestuário, com atitude.

 roupas-anos-60-9

A grande vedete da época foi a mínissaia. A peça criada por Mary Quant invadiu o guarda-roupas das mulheres e virou símbolo da liberdade de expressão do sexo feminino:

“A ideia da mínissaia não foi minha, nem de Courréges. Foi a rua que a inventou”. Mary Quant.

minissaias

O tubinho preto também foi eternizado nos anos 60 através da atriz, Audrey Hapburn, no filme “Bonequinha de Luxo”.

Audrey de Givenchy em "Bonequinha de Luxo"

Audrey de Givenchy em “Bonequinha de Luxo”

“Os tecidos apresentavam muita variedade, tanto nas estampas quanto nas fibras, com a popularização das sintéticas no mercado, além de todas as naturais, sempre muito usadas“ (Almanaque Uol).

A moda unissex  também ganhou uma força com a popularização do jeans. Pela primeira vez na história a mulher conseguia se vestir com peças que até então eram ditas masculinas.

 O smoking foi lançado para as mulheres por Yves Saint Laurent, em 1966.

O smoking foi lançado para as mulheres por Yves Saint Laurent, em 1966.

Brigitte Bardot e Twiggy foram as musas da época. Brigitte, fazia o estilo sexy com cabelos compridos soltos rebeldes ou coque no alto da cabeça, mas a modelo Twiggy, ainda é a mais lembrada da época. Com a aparência frágil e olhos sempre bem delineados, ela era a face model da geração.

Os olhos em evidência, um batom clarinho e bochechas marcadas, era a make copiada por todas.

Brigitte Bardot

Brigitte Bardot

Twiggy

Twiggy

Para o inverno de 2013 muitas marcas apostaram no shape em A, típico da década, e criaram peças como vestidos, casacos e trenchcoats com essa modelagem.

60's back

A Pré-Estréia apostou na década e arrasou!

Graças aos anos 60, hoje a moda é muito mais acessível.

Moda Insights traz Paulo Borges a Novo Hamburgo

268898_464368173651834_404503369_n

Ocorre até o dia 23 de maio o Moda Insights, evento realizado pelo Curso de Moda da Universidade Feevale de Novo Hamburgo. Esse ano diversos profissionais do meio estarão palestrando sobre o tema “Moda, Gestão e Inovação”.

Durante a noite de ontem o público teve a oportunidade de assistir e ouvir o grande idealizador de eventos de moda, como SPFW e Fashion Rio,  Paulo Borges. Ele palestrou e encantou o público que lotou o Salão de Atos do Campus II.

grande_6174_PAULO BORGES

Paulo Borges
Foto: Divulgação

E nos próximos dois dias ainda tem mais! Dá uma olhada na programação:

Hoje, 22 de maio:

19h30min – Palestra Oportunidades de inovação na Moda, com Tatiana Ritzel, sócia da Compor – Consultoria, Design e Inovação, e Geane Schuh, gestora da Unidade do Parque Tecnológico do Vale do Sinos (Valetec) em Novo Hamburgo – Hamburgtec 20h45min – Palestra Trajetória e inovação da marca Budha Khe Rhi com Claudio Stein, gestor de marketing da marca

Quinta-feira, 23 de maio:

19h30min – Palestra Novas visões no mercado digital, com Larissa Quadros, coordenadora de mídia social de moda e Tiago Peters, sócio-diretor, ambos da LOFT.

20h15min – Palestra Gestão criativa de marcas, com Gustavo Ermel, sócio e diretor de estratégia e inovação do Grupo SPR.

20h45min – Palestra Gestão de Marketing Digital, com André Carvalhal, gerente de marketing e conteúdo da FARM.

Quem ainda quiser se inscrever, é preciso procurar o Atendimento Feevale dos campus I (Av. Dr. Maurício Cardoso, 510, Novo Hamburgo) e II, ou pelo site http://www.feevale.br/modainsights. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3586-8822.

Valliosa marca presença em evento da LP

Ocorreu nesta quinta-feira, 14 de março, a inauguração de mais uma loja da Lança Perfume. Dessa vez, a marca levou sua nova loja Florianópolis/SC e a Valliosa estava lá!

Representadas por Joyce Baggio e Patrícia Blankenhein, a agência foi prestigiar o grande lançamento repleto de celebridades e blogueiras de moda. Entre elas, Camila Coutinho, do blog Garotas Estúpidas, a atriz Giovana Ewbank, a Miss Brasil 2012 Gabriela Markus e a modelo e apresentadora Mariana Weickert, todas vestindo look total da coleção 2013 da Lança Perfume.

O evento foi um sucesso e, durante toda a noite, as hashtags #lpglamparty e #lplovers bombaram nas redes sociais.

Parabéns, Lança Perfume, por mais esta conquista!

Ruas dão espaço às redes sociais na era das revoluções digitais

A cada dia que passa, a mobilização popular a partir das redes sociais, como o facebook, aumenta. Não só em casos de comoção, como maus-tratos a animais, mas também em situações que abrangem a estrutura política de países e nações. A galera da Valliosa/J&J foi atrás para saber como, afinal, ocorrem essas mobilizações em massa. Durante a busca, encontramos essas dicas, publicadas na Revista Galileu, como um guia rápido de persuasão. Confira:

USE AS REDES SOCIAIS

Um post ou comentário na Internet é para sempre. Esse é o diferencial das mídias sociais em relação às formas de divulgação convencionais, como jornal ou TV. Quando você coloca algo no Twitter ou Facebook, é possível revisitar aquele conteúdo quantas vezes se quiser. E a mensagem tem chance de permanecer por muito mais tempo na consciência das pessoas.

MAS NÃO FIQUE PRESO A ELAS

Embora as redes sociais sejam um belo meio de divulgação, um movimento precisa ir para o mundo offline para ganhar corpo. Os protestos contra a violência da polícia inglesa ocorridos em Londres em agosto, por exemplo, começou na Internet, mas só teve repercussão quando tomou as ruas.

Manifestações que começaram pelo Facebook acabaram derrubando o presidente Hosni Mubarak, no Egito.

Manifestante destaca a importância das redes sociais para os protestos e mudanças que ocorreram no Egito.

ORGANIZE-SE

Planejamento é a palavra-chave para quem quer fazer sua causa vingar. Antes de lançar a sua, saiba quem é seu público-alvo. Quais os blogs você irá contatar para ajudá-lo na divulgação, por exemplo. Crie uma campanha, faça um vídeo explicativo e lance no YouTube. Não dá para saber de antemão se o movimento vai emplacar, mas é possível dirigir sua abordagem de acordo com o público que se quer atingir.

SEJA VERDADEIRO E EMOCIONE

Se você não acredita 100% naquilo que prega, dificilmente vai conseguir fazer com que outros acreditem. É preciso ter brilho nos olhos e caprichar no drama. Se a ideia é fazer um intercâmbio com financiamento coletivo, ressalte que nunca foi para o exterior e o quanto sempre quis isso. Se o objetivo é fazer com que as pessoas ajudem uma comunidade na África, mostre como é a (péssima) condição de vida delas ali.

ENCONTRE AS PESSOAS CERTAS

Não saia tentando convencer qualquer um. Economize energia. O melhor alvo é aquele capaz de fazer sua causa ser a mais propagada possível. Por isso articule aqueles seus amigos que conhecem todo mundo e para quem as pessoas sempre pedem dicas. Os formadores de opinião também são importantes não só pela quantidade, mas pelo tipo de pessoa que conhecem.

CONQUISTE UM DE CADA VEZ

Você não vai fazer com que todos os seus conhecidos se engajem no seu movimento logo de cara. Por isso, é importante ter em mente que cada novo membro é imprescindível para fazer a coisa prosseguir — como uma peça de dominó que vai derrubando as outras.

Fonte: Joel Bauer, autor do livro How to Persuade People Who Don’t Want to Be Persuaded (Como Persuardir Pessoas Que Não Querem Ser Persuadidas, sem edição no Brasil), Diego Reeberg, um dos criadores da rede de financiamento colaborativo Catarse e Marcelo Marquesini, coordenador da Escola de Ativismo, de São Paulo. Confira o post completo: http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI291100-17773,00-FACA+SUA+REVOLUCAO+TRECHO.htmL

Fotos e imagens: reprodução

Valliosa promove mais um showroom de marcas em Novo Hamburgo

A Valliosa / J&J Comunicação realiza mais uma ação para colocar as marcas da região Sul nas produções das grandes telenovelas. O showroom ocorre neste segunda-feira, dia 31, a partir das 9h, na sala Agostinho Cavasotto, na Fenac em Novo Hamburgo. As coleções serão conferidas por Vanessa Lopes, assistente da figurinista Marie Salles, que já montou produções de novelas como “Viver a Vida”.

Roupas e acessórios escolhidos pela especialista em moda serão usados para compor o figurinos dos personagens da próxima novela das nove, que deve se chamar “Avenida Brasil”. A trama com estreia prevista para abril de 2012 e direção de Ricardo Waddington irá se passar no Rio de Janeiro para contar a história da prosperidade da classe média brasileira.

Entre os nomes já confirmados para o folhetim estão os atores Murilo Benício, Alexandre Borges, Vera Holtz, Cauã Reymond, Isis Valverde, Patrícia Pillar e Nathalia Dill, Júnior Lima, que há alguns anos fez sucesso em novelinha adolescente ao lado da irmã Sandy, fez testes para a novela e pode ser mais um nome a integrar o elenco.

As marcas convidadas para o evento são de vestuário feminino, masculino e infantil, malharia e jeans. Entre as participantes estarão Convicto, Brandili, Nina Morena, Vislumbre, Gata Bakana, Fakini, Boca Grande, Luli Malhas e Borda Barroca. As bolsas e acessórios ficarão a cargo das grifes Emme, Tonin e Luz da Lua, que também deve trazer sua coleção de calçados. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: