Vale a pena ler de novo a entrevista que a figurinista Natália Duran concedeu para a Valliosa.

A figurinista Natália Duran fala sobre pesquisa, interpretação e expressão. Reveja aqui a entrevista que fizemos com ela em agosto de 2009.

VALE A PENA VER DE RENATA

Natália Duran: pesquisa, interpretação e expressão

Natália Duran é uma das mais queridas figurinistas da Rede Globo e concedeu à Valliosa uma entrevista super bacana. Confira:

Valliosa – A indumentária e os acessórios garantem uma legitimidade na interpretação, por isso: é visível a incorporação do personagem depois que o ator é vestido com tal expressão visual?

Natália Duran -Claro, esta é a função do figurino: dar a devida interpretação do texto,dando assim a “legitimidade” que cada diretor direciona e o apoio ao ator.

Valliosa -É de conhecimento que você faz uma pesquisa bem aprofundada antes de materializar um personagem através da aparência. Essa investigação se dá de forma gradual e contínua, ou você direciona exclusivamente ao enredo que é trabalhado?

ND -Direciona ao enredo que é trabalhado. Na novela Paraíso pesquisamos profundamente o interior do Brasil para assim conseguirmos ter todas as ferramentas necessárias para então podermos mesclar com elementos da moda.

Valliosa -Quais são os profissionais envolvidos (direta ou indiretamente) nessa jornada de escolher a roupagem de atores?

ND -Nossa equipe consiste em 1 figurinista e 5 assistentes. Todas tem total entrosamento e liberdade para expressar suas opiniões.

Valliosa -Ao longo de uma interpretação, já ocorreu de você identificar que determinados elementos estéticos não funcionaram na cena, seja pelo ator ou pelo momento? Como é contornada essa situação quando tal elemento seria essencial no enredo?

ND -Podemos sim errar no conceito de um personagem que normalmente é visto na prova de roupa que acontece antes de começarmos a gravar com a direção do produto. Portanto se torna mais fácil corrigirmos pois normalmente detectamos antes de ir ao ar.

Valliosa -Teve algum personagem que você não imaginava que iria ter tamanha repercussão por decorrência da sua visualidade, e que se eternizou para a população?

ND -Muitos. Por exemplo a Babalu, a Rakelli e a Bebel.

Valliosa -Considera que a moda brasileira é muito própria, ou se fosse para trabalhar somente no exterior seria muito próxima com a estratégica adotada por aqui?

ND – Claro que a moda brasileira tem elementos próprios e por sua vez vestimos personagens que normalmente são brasileiros com todas as questões do nosso País. Também não descartamos a moda internacional que temos como referencia.

natalia-duran2

Muito Obrigada, Natália, pelo carinho!

Por Marina Cesar/Douglas Oberherr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: